APCADEC SÓCIOS BOLSA DE EMPREGO NOTÍCIAS CONTACTOS LINKS [English Version]

Ricardo Saldanha
Membro da Direção APCADEC
Linkedin

O que o levou a escolher esta profissão?

Como advogado da ex - Estradas de Portugal e agora Infraestruturas de Portugal, sempre tive muitas responsabilidades na área do Procurement, ficando cada vez mais "apaixonado" por tudo o que representa e envolve, pelo que não considero que seja uma profissão, mas antes uma vocação.

Quais são, na sua opinião, as tendências atuais mais relevantes no Procurement?

Diria que são três as mais relevantes, pois penso que estas, em conjunto, permitem que o Procurement tenha um papel cada vez mais importante e estratégico para as empresas (mesmo para as públicas) pois as exigências são muitas e os recursos cada vez mais escassos. Assim, penso que as tendências atuais mais relevantes assentam em: i) Adotar as novas tecnologias ao procurement (p.e. a Inteligência artificial (IA); Big Data, sourcing estratégico; automação de processos robóticos (RPA), entre outros) sendo certo que, todas dependem de dados confiáveis para serem eficazes. Assim, com estas tecnologias e as informações que daí se retiram, as equipas, podem analisar melhor o desempenho dos fornecedores, promover procedimentos/contratos com base na criação de valor, otimizar as operações logísticas, entre outras funções, que visem otimizar o processo de compras em todas as suas vertentes. ii) Reduzir /mitigar os riscos é essencial para que qualquer estratégia de procurement seja eficaz (basta ver a atual crise causada pelo COVID-19), pelo que as equipas tem de ter sempre em atenção a avaliação do risco que o processo de compras possa ter, seja ao nível da garantia de fornecimentos dentro dos prazos, seja da mutação constante dos preços, entre outras variáveis, que tenham incidência direta no seu negócio. iii) Considerar o procurement, como um verdadeiro instrumento de desenvolvimento económico e social, pelo que, as estratégias de compras não se podem focar somente numa ótica de redução dos custos, mas também na criação de valor económico e social, pois as novas gerações, exigem cada vez mais que as empresas tenham e assumam estratégias de responsabilidade social e sustentabilidade mais sólidas e eficazes.

Quais as três competências-chave que permitem a um profissional de compras dar resposta aos desafios atuais?

É difícil reduzir a três competências chave, pois é necessário terem muito mais competências (e todas elas importantes para um bom desempenho) para poderem dar resposta aos desafios atuais. Contudo, tendo de priorizar e reduzir a três, diria que era necessário serem resilientes, para poderem adaptar-se constantemente à mudança, pois a sociedade está a mudar todos os dias; serem criativos, para "pensar fora da caixa", permitindo dar respostas aos desafios cada vez mais exigentes e imprevisíveis que se colocam às empresas; e serem focados, para que, conhecendo a estratégia da empresa, possam ter uma abordagem mais pragmática aos processo de compras com vista a atingir os objetivos traçados.

Qual o objetivo do Procurement que mais o motiva?

Como desenvolvo a minha atividade numa empresa pública, o que mais me motiva, é a procura constante (e desafios constantes), dentro de um verdadeiro "espartilho" legal que enforma a contratação pública, das melhores soluções de contratação para que a empresa possa manter a sua operacionalidade e consequentemente prosseguir o interesse público que tem na sua missão e que, possa igualmente, contribuir para um maior desenvolvimento económico e social do país.



« Voltar

© APCADEC - Associação Portuguesa de Compras e Aprovisionamento | fundada em 1964